quinta-feira, 6 de outubro de 2011

#SóPraMeninas ou ñ... Alguém como Daniel

O texto é a voz de uma menina, mas espero que muitos meninos possam também ler e buscar ser o cara desse texto.
A primeira vez que li esse texto eu devia ter uns 13... 14 anos. Marcou minha adolescência também (assim como a música do post de ontem).
Essa foi e continua sendo a minha oração! =]
Espero que esse poema possa ser benção e inspirar muitas meninas a decidir firmemente orar assim, pedindo ao Senhor um cara comprometido com Ele.



Meus 3 desafios são também decidir firmemente permanecer nessa decisão, não diminuir o nível de exigência a medida que o tempo passa... de não "pular" alguns itens dessa lista para adaptá-la a minha "paixão" do momento.. já que "ele é tão legal! e essa lista é muito longa mesmo, é muito difícil achar alguém assim!" e além de tudo, não só pedir alguém assim ao Senhor, mas também me preparar para poder acompanhar esse cara de Deus pois um cara que é assim tão comprometido com o Senhor, não estará a procura de uma garota de qualquer jeito... mas aquela que também estará de joelhos diante do Senhor.

Pai, eu quero e estou disposta a esperar por alguém como Daniel. Pai, ajuda-me a estar pronta para alguém assim!





ALGUÉM COMO DANIEL
                        de Myrtes Mathias

Senhor, seria ingênuo e ridículo,
Se não fosse tão sincero o anseio.
Mas a quem buscar, com este coração sensível,
Este corpo frágil, e esta alma que sonha,
Se não a ti que me conheces,
Pois que me fizeste?
Quero amar alguém, Senhor, mas alguém
Que me ajude a chegar cada vez mais perto de Ti.
Reconheci que a felicidade é relativa,
E proporcional à proximidade Tua.
De que me aproveita ser admirada, querida
por alguém que não Te conhece,
que não Te reconhece como Senhor,
e amigo verdadeiro?
Quero ser para aquele que Te peço,
Uma das demais coisas que lhe acrescentas,
Porque antes Te buscou primeiro.
Quero um amor tão forte e duradouro
Como uma prova de que de Ti desceu.
Capaz de compensar minha fragilidade,
Que, tendo como meta a eternidade,
Já na terra seja um pedaço de céu.
Não Te peço um David, de Michelangelo,
Nem um César com poder na mão:
Peço-Te um homem verdadeiro,
“que eu possa chamar de companheiro”,
que antes de esposo seja meu irmão.
Quero alguém que eu admire tanto
E que saiba tanto se fazer amar,
Que eu não me importe de diminuir
Para fazer grande o comum porvir
Do qual eu me orgulhe de participar.
Quero-o de joelhos diante de Ti,
Mas de pé diante do mundo cruel.
Que nada tema, senão Te ofender,
Que nada busque senão Teu querer:
No mundo de hoje, um outro Daniel!

Nenhum comentário:

Postar um comentário