terça-feira, 3 de janeiro de 2012

Amarás o Senhor teu Deus

Antes de começar, quero deixar claro que não sou especialista em Grego e Hebraico, ao contrário, o pouquíssimo que entendo deve-se aos conhecimentos provenientes da minha formação em Letras. Dito isso, esclareço que o que escrevo aqui é a penas a forma com que o Senhor falou comigo. Se algum dos leitores mais entendido do original dessa palavra quiser contribuir com comentários, adendos ou mesmo me corrigindo, é muito bem-vindo. Lembrando sempre que o objetivo desse blog é o crescimento daqueles que lêem.
 


“Amarás o Senhor teu deus de todo teu coração, de toda tua alma, todo teu entendimento e toda tua força.” Dt. 6:5
Essa ordem é muito mais profunda do que as vezes conseguimos perceber... nela 4 aspectos do nosso amor ao Senhor são apresentados e se entendermos bem cada um deles, não há possibilidade de deixarmos o Senhor.
O primeiro fala de amarmos o Senhor com toda nosso coração, isso envolve nossa empolgação, nossa prioridade. No coração guardamos aquilo que é mais importante e nEle o Senhor deve ser o Rei. Ele deve decidir o que fica lá dentro! Se amo a Deus de todo meu coração, nada estará na Sua frente, minha prioridade deve ser Ele e o que Ele tem ordenado. Assim não ficarei atrapalhado com as coisas desse mundo e a Sua vida não será sufocada em mim (Mt 13:22).
O segundo tem certa ligação com o primeiro. Quando falamos da nossa alma, estamos falando dos nossos sentimentos, nossas emoções. Lembro que devemos amar nosso Deus com tudo que sentimos por Ele, demonstrar o quanto nos alegramos quando Ele fala conosco, o quanto nos emocionamos quando Ele nos toca.  Devo reagir a Sua presença de forma semelhante a qualquer outro relacionamento, correspondendo de acordo com a ação do outro, e já que Deus é sempre bom, como reagiremos?
O terceiro já trata de amarmos a Deus com nosso entendimento, trata da nossa inteligência, da nossa razão. Esse aspecto trata com a nossa racionalidade ( Rm 12:1), quando entendemos que o Senhor está certo, que a Sua Palavra é boa, o melhor pra nós. Nesse ponto decidimos firmemente amar e obedecer ao Senhor, mesmo quando nossa vontade é outra. Se entendermos esse aspecto, ficaremos firmes em nosso amor e não seremos enrolados quando as tentações desse mundo aparecerem. Por mais que nossos desejos humanos sejam fortes, decidimos amar o Senhor com nosso entendimento.
E o último e que foi mais surpreendente pra mim, fala da nossa força. O que significa que há situações em q nossa vontade não será de amar, e nem sequer entenderemos porque amar o Senhor é o melhor. Nessas situações a Palavra nos manda amar o Senhor com a nossa força! Mesmo quando não desejamos e muito menos entendemos, podemos ter a certeza de que mais a frente veremos o quanto vale a pena ficar firme em amar o Senhor e nos alegraremos em ter obedecido. Então quando nem a sua vontade, nem o seu entendimentos forem suficientes, ame o Senhor com toda tua FORÇA!


Jesus, Te amo (Samir Machado)

Preciso te amar de todo o coração
Vivendo o amor que um dia eu conheci
Descobri que ser feliz é te obedecer
Pois isso é o melhor que tens pra mim
Seguir tua palavra agora é o meu prazer
O mundo já não tem valor algum
Em comunhão com meus irmãos quero mostrar
Que hoje nossa vida é Teu altar

Jesus, te amo
De todo o meu coração
De toda a minha alma, todo o meu entendimento
Toda a minha força

Nenhum comentário:

Postar um comentário